Esses dias eu estava sofrendo com muita cólica em uma tarde rotineira depois da faculdade, então decidi procurar um dorama novo para  me distrair da dor. Algumas pessoas já tinham me dito para começar School 2017, então foi isso que fiz. Sendo que assim... quando nós estamos no nosso período menstrual, nós ficamos bem sensíveis, certo? Certo! E eu não tinha ideia do que ia ver nesse dorama, gente, eu chorei tanto. Mas assim, eu já sou meio sensível para dorama, estando mais sensível do que o normal, é claro que ia chorar bastante.

     School 2017 me surpreendeu bastante, porque eu pensei que seria apenas um drama típico escolar que teria um romance clichê e pronto. Contudo, além do clichê (obvio que iam colocar), ele trata sobre uns assuntos sérios e isso chamou bastante minha atenção, é interessante você assistir o drama tentando analisar o modo em que ele trata os assuntos, e é por isso que fiz este post.

          1. Trata sobre assuntos sérios e delicados.

     O bullying vem aparecendo cada vez mais nas telinhas e o que mais me chamou atenção em School 2017 é que ele trata o bullying de uma forma super interessante. Mostra bem como acontece e como as pessoas ao redor apenas contribuem para que aquilo continue acontecendo no meio escolar, até mesmo professores. Porémmmmm, Ra Eun Ho (protagonista, ela é muito show gente), possui uma personalidade muito forte e ela tenta combater o que está passando sem ser com os mesmos 'atributos', o que é superrrr importante de ser mostrado, principalmente quando é algo que muitos adolescentes vão assistir, para eles se sentirem encorajados em lutar contra suas dificuldades sem tratá-las de modo inadequado (se vocês gostam de histórias nesse estilo, recomendo School 2015 também).

          2. É engraçado.

     Por mais que o drama trabalhe com assuntos sérios, ele possui muuuuuitas cenas engraçadas que fazem você rachar de rir. Os protagonistas são ótimos atores e tanto nas cenas sérias como nas mais 'relaxadas' eles arrasam muito, por isso que as cenas que são pra ser engraçadas são muito precisas. E dorama já tem isso de puxar um pouco de humor, não é? As partes de romance sempre acabam sendo bem engraçadas porque os personagens são meio desengonçados e tudo isso vai juntando e formando uma bola de neve para risadas. Outra coisa, o professor responsável pela turma dos protagonistas é SUPER desengonçado, então as cenas com ele muitas vezes acabam sendo bemmm engraçadas.

          3. Possui uma história envolvente.

     Sabe aquele tipo de história que faz a gente querer assistir um episódio atrás do outro? School 2017 tem esse tipo de história. Como ainda está lançando, não vejo a hora do próximo episódio sair. Tem romance, um pouco de realidade e muito mistério. Quando uma série, um filme ou algum dorama mesmo, possui bastante mistério, eu acabo por me interessar mais que o normal, é uma coisa que me prende muito, como 13 Reasons Why, que eu tive a necessidade de terminar de assistir a série logo, para poder matar o mistério que ficava rodeando meus pensamentos. Em School 2017, nós temos que sair descobrindo algumas coisas para poder entender o enredo,e eu simplesmente adorei isso.

     Bom, é isso. Se esses três motivos não foram suficientes pra te deixar pelo menos um pouco interessado no dorama, recomendo dar uma olhadinha no cast (OS ATORES SÃO UMAS BELDADES), ou no trailer do drama (assista clicando aqui). Se você se interessou e quer saber onde assistir, eu posso te recomendar o Viki que é por onde eu estou assistindo, mas acredito que possuem outras plataformas que estão disponibilizando ele, só não sei quais, prometo que vou dar uma procurada para colocar aqui depois. Vou ficando por aqui, até a próxima!

     Depois de um bom tempo se sentindo sozinho, eu estou de volta para o bloguinho não continuar solitário. Esse tempo sem postar no blog deu para eu dar uma esclarecida em algumas coisas e para eu começar a definir o que eu quero para o futuro do blog. Como já sabem, eu comecei a mudar um pouco o conteúdo daqui do blog, e isso tende a continuar, vou variar cada vez mais, abrindo as portas para, realmente, tudo com o que eu estou relacionada, trazendo isso em forma de conteúdo para cá.

     Está bem visível o novo design do blog também, o que acharam, tá bonitinho? Coloquei New York no header porque é a cidade da minha vida, mas quase que colocava Seoul. Desta vez o tema não foi criado por mim, e sim é um tema do blog Follow Your Dreams, ao qual eu o adaptei para o meu estilo, indico muito para vocês este blog, acompanho faz bastante tempo, e é simplesmente um amor, serve de muita inspiração para mim.

     Uma coisa nova também no blog seria a playlist automática de músicas, onde vou estar sempre atualizando as músicas ou semanalmente ou mensalmente para as músicas mais escutadas por mim. As playlist temáticas do Spotify continuarão a ser produzidas normalmente, eu apenas achei que seria uma mudança legal deixá-los atualizados das minhas músicas preferidas desta forma, contudo, se você não curte ler os posts com músicas, sem problemas, é só pausar.

     Agora temos abas de conteúdos novas aqui no blog, uma delas é a K-Culture, onde estarei trazendo vários posts relacionados a cultura coreana, yay! Para quem não sabe, eu tenho uma grande paixão em conhecer culturas diferentes e eu estou 'meio que' envolvida com a cultura coreana, então, vou trazer uns conteúdos relacionados a cultura da Coréia, talvez um dia eu faça um J-Culture, para a cultura do Japão, quem sabe...

     As resenhas aqui no blog estarão mais frequentes que tudo, não trarei apenas resenhas de livros, agora serão sobre várias coisinhas... Não vou contar tanto para causar um pouco de suspense, haha! Além de estar cheio de resenhas, o blog estará com bastante freebies ("itens" de graça), outra nova aba de conteúdos. A ideia de disponibilizar freebies me veio a cabeça recentemente e irei fazer isso, podem esperar!

     Por fim, gostaria de me desculpar pelo sumiço, eu realmente fiquei bem ocupada com a faculdade, e acho que não consegui arranjar tempo para as minhas tarefas muito bem por pura falta de organização e um pouco de  responsabilidade também. Não quero arranjar 'desculpas', essas coisas simplesmente acontecem, não é mesmo? Vou ficando por aqui e fiquem ligados que terão vários posts nesta nova semana, mas depois voltamos a rotina anterior do blog. Até!


     Já tinha um tempo que não trazia uma playlist nova, então cá estou eu. Quem me conhece sabe que as músicas que mais escuto, normalmente é k-pop, mas quem me conhece muito bem sabe que não é só k-pop. Eu sou muito aberta pra música, sempre tô escutando alguma coisa pra conhecer mais mesmo, indiferente de gênero ou língua. E é por isso que hoje a playlist é de músicas em francês. São cantores que conheço bem pouco, a que mais conheço mesmo é a Zaz, porém eu adoro o estilo de música deles e quis compartilhar com vocês.


     Espero que vocês gostem da playlist, diferente das outras essa é bem breve, apenas com 10 músicas. Assim eu achei melhor para quem fosse ter um primeiro contato com a música francesa, sem muitas músicas para não embaralhar a cabeça. Bom, vou ficando por aqui e até o próximo post!

Sinopse: Uma caixa de sapatos é enviada para Clay por Hannah, sua amiga e paixão platônica secreta de escola. O jovem se surpreende ao ver o remetente, pois Hannah fora acabou de se suicidar. Dentro da caixa, há várias fitas cassete, onde a jovem lista os 13 motivos que a levaram a interromper sua vida - além de instruções para elas serem passadas entre os demais envolvidos.
     Uma semana antes da série ser lançada eu vi um trailer dela e, simplesmente, fiquei louca para assistir, até contei os dias para o lançamento. Mas eu não a assisti no dia, assisti ontem, no sábado, com minha irmã e um amigo dela que estava na nossa casa. Nenhum de nós tínhamos lido o livro (sim, essa série foi inspirada em um livro, se você não sabia), ou seja, estávamos completamente abertos para o que viesse e como viesse. E assim começa essa resenha.