De volta com mais três livros para vocês. Minha semana foi bem corrida, mas nada que fosse me impedir de postar. Os livros de hoje são um tanto que diferentes um do outro, não que isso importe, mas são bem diferentes tanto em relação a capa quanto conteúdo. Bom, eu espero que vocês gostem do post e que esse tipo de post esteja agradando a vocês, eu adoro fazer e espero que gostem também, né?


=> Rainbow Rowell - Eleanor & Park

     O primeiro livro que vos falo possui uma capa maravilhosa, assim, não sei vocês, mas este estilo de capa mais 'clean', eu adoro. O livro tem aquela pegada punk, se passa na década de 80, e cara, esse livro é um amor, na boa, me apaixonei. Primeiro eu tinha me apaixonado pela capa, depois, realmente pelo livro. É como a Kirkus, revista de resenha de livros, falou: "Divertido, cheio de esperança, sexy e boca suja, esse romance cativará tanto jovens como adultos".

     Eleanor e Park são vizinhos adolescentes de 16 anos e, se encontram no ônibus para a escola todos os dias, você já vai pensando, tem coisa aí. Eles começam a conversar quando dividem os quadrinhos de X-men e Watchmen, bom gosto é tudo, né? Então, por mais que os amigos tirassem sarro e a família desaprovasse essa 'relação' que eles tinham, nada poderia impedir os dois de se apaixonarem, ao som de The Cure e Smiths (que, por acaso, AMO).

     Gente, o livro é isso, mostra toda uma trama entre os dois, além de, tava até esquecendo de falar, os capítulos são separados por perspectivas da Eleanor e do Park, ou seja, um capítulo ela e o outro, ele. John Green, autor do famoso livro A Culpa é das Estrelas, fez o seguinte comentário do livro: "Eleanor & Park me lembrou não apenas de como é ser jovem e apaixonado por uma garota, mas também de como é ser jovem e apaixonado por um livro". Tirem suas conclusões.

=> Robert Galbraith - O Chamado do Cuco

     Logo de início vou falar, sou meio suspeita para falar de livros da J.K. Rowling porque eu amo aquela mulher, sim, para quem não sabe, Robert Galbraith é um pseudônimo dela. Porém, meu amor por ela não irá interferir na minha mini resenha. Bom, o livro é um romance policial e é como o Times fala: "Um romance brilhante ambientado no mundo de modelos, rappers, estilistas de moda, drogas e ligações ilícitas".

     Bom, depois que uma modelo morre numa queda de uma sacada, onde supõe-se que ela cometeu suicídio. O irmão da garota, tem dúvidas e decidi contratar um detetive para rever o caso. É assim, basicamente, que o Cormoran Strike entra na história. Strike é um veterano de guerra e sua vida é uma confusão, porém, quanto mais ele mergulha no complexo mundo da modelo, mais sombrias ficam as coisas e ele chega mais perto de um perigo terrível (aquele suspense no ar).

     Este foi o primeiro romance policial da J.K. Rowling e eu te digo, mil vezes melhor que Morte Súbita, me perdoe se você gosta do livro. Assim, não é que eu não goste dele, só não gosto tanto. O Chamado do Cuco possuí continuação, mas eu ainda não li, então não posso falar muito sobre isso. Estou com vontade de ler a continuação? Muita, contudo, não posso. Tenho uma lista de livros para ler ainda.


=> Lauren Kate - Teardrop

     Vamos falar de lágrimas? Vamos! Desculpa gente, precisava fazer essa piada, horrível, mas tudo bem. Se você já viu o post onde falo sobre Fallen, sabe que eu gostava da Lauren, agora não gosto mais. Ela massacrou/está massacrando todos os fãs da saga com essa história do filme, o trailler saiu? Saiu! Mas não foi por querer, se não me engano invadiram o banco de dados lá e publicaram, estou bem triste. Brincadeira, continuo gostando da Lauren, porém já tô saindo do foco, é para falar sobre Teardrop e não de Fallen.

     O livro conta a história de Eureka, que sobreviveu a um acidente de carro com a mãe e se culpa por ter sobrevivido. Diana, mãe da garota, falou assim uma vez: "Nunca, jamais volte a chorar". Porém, com a mãe distante, fica cada vez mais difícil segurar as lágrimas. Entre idas e vindas a médicos psicológicos, Eureka conhece Ander. Contudo, o garoto parece estar em todos os lugares que ela vai, além de saber coisas sobre ela que não deveria e revela que a mesma corre grande perigo, e que não vai mais conseguir segurar o choro.

     Entretanto, Eureka decidiu não mais viver desde o afogamento da mãe. E a garota se importa com poucas coisas, inclusive, uma delas seria um livro de sua mãe que ninguém conseguia entender. O livro fala de uma lenda em que uma menina teve o coração partido e chorou tanto que deixou debaixo d'água um continente inteiro. Depois de ter falado tanto da história, dá para perceber que ela é bem louca, porém, um louco bom, achei a história muito boa e tem continuação, mas, novamente, anda não li.
     Espero que tenham gostado dos livros dessa semana, porque eu gostei bastante. É isso aí, vejo vocês no próximo post, até lá!

Deixe um comentário