Fazer mudanças em nossos meios de leitura é sempre bom. Eu procuro, constantemente, estabelecer metas de livros e o tempo que terei para concluir a leitura. Contudo, desta vez, decidi que iria fazer mais organizado e que iria compartilhar com vocês. Por isso estou criando um projeto, que será chamado "3 Books, 1 Week", que significa "3 Livros, 1 Semana".

     Criei essa nova meta este mês. Com isso, irei fazer um post toda semana falando um pouco sobre cada livro que li, não será como uma resenha, pois serão textos mais breves, continuarei com as resenhas particulares, mas não tão frequentes como a coletiva que será uma vez toda semana. E outra, que será só neste mês de Outubro.



=>J.R.R. Tolkien - O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel

     O primeiro livro que separei para falar sobre foi O Senhor dos Anéis, na verdade, eu já tinha lido a saga, mas estou relendo. Bom, acho que a maioria conhece, muitos já podem ter lido, mas não vou deixar de falar dele. Sendo uma das sagas que mais gosto, posso ser meio suspeita para falar, porém, só falo verdades, tá? 

     "Numa cidadezinha indolente do Condado, um jovem hobbit é encarregado de uma imensa tarefa: empreender uma perigosa viagem através da Terra-média até as Fendas da Perdição, e lá destruir o Anel do Poder - a única coisa que impede o domínio maléfico do Senhor do Escuro."

     Nesse texto que tem atrás da edição do livro, ao qual, eu li, resume do que o livro se trata. Claro, é uma sinopse. Mas, é, justamente, isso e apenas isso. É claro que existe toda uma trama, contudo, não vou falar de tudo, né? Enfim, neste primeiro livro, resumidamente, Frodo,  um hobbit, recebe a tarefa de destruir um certo anel, que pertence a seu tio Bilbo, porém, esse anel, como é dito no resumo, é o anel do poder, ou seja, ele pode cair na tentação e ficar doidão pelo mal/poder, e também, é "a única coisa que impede o domínio maléfico do Senhor do Escuro". Bom, se eu fosse você, corria para ler a saga, é muito boa, vale muito apena, sem constar que J.R.R Tolkien é um grande/ótimo escritor, né?

=>Eduardo Cilto - Traços
     Gente, não vou mentir, sou muito louca pelo Edu, nossa, de verdade, eu o acompanho faz um bom tempo e quando eu descobri que ele ia lançar um livro fiquei muito feliz, sério. O motivo de tanta felicidade foi porque eu sabia que ele não faria uma 'biografia', como muitos youtubers estão fazendo agora, afinal, ele é um booktuber, então, tirei a conclusão de que se ele gosta tanto de ler e queria tanto lançar um livro, com certeza, elaboraria realmente uma história, sabe? Deixando de 'blá blá blá', vamos falar sobre o livro.

     De início, quando li a sinopse, achei a história do livro bem interessante e bem maluquinha, foi uma história que me intrigou e, normalmente, quando fico intrigada com uma história, acabo gostando. E adivinha só? Gostei bastante, sério, não é porque o Edu é um dos meus booktubers preferidos, mas sim, pela história. Acho totalmente verdade quando dizem que quanto mais nós lemos, escrevemos melhor. Por isso, e diversos outros motivos, acho que ele conseguiu desenvolver essa boa escrita de que falo, e outra, as histórias vem com experiências, independente de sua idade, você pode distribuir milhares de histórias, através de suas experiências.

     O livro começa com o Matheus, personagem principal, indo a uma festa em sua escola, de certa forma, contra sua vontade, já que só foi porque sua amiga (/crush), Beatriz, lhe chamou. Ao cair da noite, vão para a casa de uma amiga onde rola uns rituais loucos e a Beatriz leva o resultado bem a sério e resolve que tem que se jogar no mundo (/São Paulo). E adivinha só quem ela chama como acompanhante para essa aventura? Matheus, isso mesmo. E os dois vão e começa essa aventura/loucura, que para mim, foi muito bom ler, até porque foi um pouco mais próximo da realidade do que tudo, afinal, tiveram que contar o 'money' antes de sair, né? Espero que vocês leiam e gostem do livro tanto, quanto eu.
=>Leigh Bardugo - Sombra e Ossos
     Eu nunca tinha ouvido falar dessa autora, até conhecer esse livro (maravilhoso). Também é uma saga, uma trilogia, para ser mais específica. O nome da trilogia é Grisha, gente, gente, meu deus, m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a, quero terminar de ler a saga para já, sério, curti demais o livro, acho que foi um livro bem escrito, bem explicadinho, falo isso logo avisando que tem umas coisas bem loucas, sério, para mim, é uma história única, e que quero logo ver a continuação.

     Na capa do livro tem escrito "Ela é a única que pode vencer a escuridão. E terá de fazer isso sozinha.", assim que mina irmã me mostrou o livro e eu li isso, fiquei LOUCA para ler logo, sério. Sei que nem é lá isso tudo, mas gente, fazia um tempo que não lia livros com, mais ou menos, esse contexto. Uma combinação de aventura, fantasia e romance, não esqueçam que tudo que tem magia já fico interessada, quando é bom tenho que falar mesmo, sabe?!

     Quando comecei a ler, achei meio confuso, porque não sabia que tinha aquela coisa de 'antes' e 'depois'. Daí que, claro, começa com o antes, falando de duas crianças em um orfanato, um menino e uma menina, onde a garota, era meio maltratada (ao meu ver) porque ficavam dizendo que ela era feia e muito magra, essas coisas. Logo depois, passa-se um tempo e chegam umas pessoas nesse orfanato chamados Grishas, e as crianças os chamam de bruxos, bem louca essa parte, ai dizem que vão testá-los para saber se eles são Grishas, e pelo que entendi ao decorrer da história, eles partem com os Grishas. Eu expliquei, brevemente, o antes de começar realmente os capítulos porque eu sou muito 'spoilereira', isso no caso seria uma pessoa que dar muitos spoilers, por isso, fui tão breve. Se você for ler, espero que goste bastante!


    Espero que tenham gostado do post e do meu novo projeto, os posts vão sair todo domingo, ok? Vejo vocês no próximo post, bye!!!
~todas as fotos usadas neste post são de minha autoria, inclusive meu gato saiu de intruso em algumas fotos~

Deixe um comentário