Em todas as férias que tive na vida eu tinha um kit, e nesta não poderia ser diferente. Eu sempre fazia kits do tipo "livros para ler acompanhado de um chá", "filmes para assistir com pipoca", "séries para assistir comendo miojo" essas coisas, sabe? Daí que agora estou investindo mais em doramas porque fazia um tempo que não assistia e estava com saudades, sabe? Então, meu kit agora é doramas e caixinhas de lenços, porque são tantas lágrimas que rolam assistindo...Complicado.
     Se você está pensando na sua caixinha "mas o que diabos é dorama?" relaxa que eu vou te explicar agora mesmo, ou melhor, o tio wikipédia vai: Dorama é a definição generalizada do gênero série de televisão oriental, seja ela J-Drama (drama japonês), K-Drama (drama coreano), TW-Drama (drama taiwanês), C-Drama (drama chinês) e até mesmo os Live-Action (adaptações de mangá ou anime para a vida real, geralmente filmes). Também muito conhecidos dentro do YouTube, por conter vários vídeos com musicas de cantores orientais. Resumindo o tio: é novela (dramática) asiática.
     "Mas Adrielly, onde a gente assiste isso se eu não estou na Ásia?" Bom, eu assisto pelo Drama Fever ou pelo Viki ou até mesmo a Netflix (que tem alguns), que são os únicos que eu conheço, mas com certeza deve existir milhares, é só procurar um pouco mais. Então, como estou bem viciadinha, resolvi indicar para vocês alguns doramas pra assistir nessas férias, ou em qualquer momento da tua vida, afinal você quem sabe o que faz. Enfim, é isso, fiquem com as indicações.

    • Ode To Joy

Sinopse: Será que cinco mulheres solteiras e independentes, que têm carreiras promissoras e moram no prédio de apartamentos "Ode á alegria" podem encontrar satisfação do seu próprio jeito? An Di (Liu Tao) é uma mulher de negócios bem-sucedida que voltou para a China depois de estudar em Nova York para encontrar seu irmão mais novo. Qu Xiao Xiao (Wang Zi Wen) tem apenas 25 anos, mas já é dona do próprio pequeno negócio. Fang Sheng Mei (Jiang Xin) cresceu na pobreza, mas abandonou seu título de "Princesa das Ruas" para trabalhar para uma multinacional. Qiu Ying Ying (Andy Yang Zi) é uma jovem de 20 anos de cidade pequena que está tentando se virar na cidade grande. Guan Ju Er (Bridgette Qiao Xin) é uma jovem de 20 anos de uma família muito instruída, mas precisa descobrir o que ela quer da vida quando entra no mercado de trabalho pela primeira vez. Para essas mulheres, há um homem (ou dois) que está tentando chamar sua atenção. O Dr. Zhao (Wang Kai) é um médico bonito e paquerador. Qi Dian (Zu Feng) é um empresário estoico. Wang Bai Chuan (Zhang Lu) é o amigo fiel de Sheng Mei que sempre teve um amor não correspondido por ela. Yao Bin (Zhang Xiao Qian) é um chaebol de segunda geração. Tan Zong Ming (Jin Dong) é o chefe de An Di, que ela encara apenas como amigo, apesar de conhecê-la desde a época da escola. Será que essas mulheres conseguirão encontrar a felicidade pessoal que procuram? "Ode á alegria" é uma série dramática chinesa de 2016 dirigida por Sheng Kong. Ela se baseia em um romance homônimo.

     Ode to joy foi uma escolha por indicações. Exemplo: "assiste ode to joy, esse drama fala disso, disso e disso", ai eu fiquei "ah, interessante, vou pesquisar depois". Pra que eu fui pesquisar gente? Fiquei super empenhada a assistir, sério, a cada final de um episódio já estava pensando no que ia rolar no outro, sabe?! Essa série me surpreendeu porque tem aquele clichê de leve, mas ela consegue inovar ao mesmo tempo, gostei muito! Ode to joy está disponível no Viki e ele é um dorama chinês.

    • Descendants Of The Sun


Sinopse: É amor a primeira vista quando o Capitão das forças especiais Yoo Shi Jin (Song Joong Ki) encontra pela primeira vez uma linda médica chamada Kang Mo Yeon (Song Hye Kyo). Mas mesmo antes de embarcarem nesse amor, os dois percebem que trabalham com valores opostos - um soldado que tira vidas e uma médica que as salva. Um ano depois do primeiro encontro, uma reunião fatal os leva para Uruk. Será que o amor entre Shi Jin e Mo Yeon será maior que as batalhas travadas em suas vidas?

     Descendants of the sun, é aquele drama com muito drama mesmo, mas que não deixa nem um pouco de ser maravilhoso. Sabe quando você acha que aquele crush superior não daria um bom relacionamento por vocês terem algo bem oposto um do outro? É basicamente isso que acontesse nesse dorama, sendo que são coisas opostas que interferem muito no relacionamento, já que tem a ver com a vida professional deles. Ai gente, esse drama é maravilhoso, assistam, por favor. Ele está disponível no Drama Fever e no Viki e é de origem coreana.

    • Heirs


Sinopse: Kim Tan mora nos EUA e é herdeiro de um dos homens mais ricos da Coreia. Cha Eun Sang mora na Coreia e tem uma vida difícil, tendo que manter vários empregos a fim de se sustentar e ajudar a mãe. Quando Cha Eun Sang vai aos EUA encontrar a irmã, eles acabam se esbarrando, no que parece ser um pequeno sonho na vida de Eun Sang. De volta à Coreia, o destino tratará de uni-los novamente em uma história que, além disso, mostra a vida, os amores e os aprendizados dos grandes herdeiros dos milionários da Coreia que frequentam o Colégio Jeguk.

     Heirs, nossa, esse drama é tão clichê, porque é com aquilo de guri rico e guria pobre, sabe?! Mas mesmo sendo um clichê, é gold. A história é muito boa gente, e começa bem, eu gosto do início dele se alguém discorda, tudo bem, a vida também é composta por opiniões, mas eu acho que a boa maioria gosta do início (e do resto também). Esse drama é retratado na fase do ensino médio, então com ele dá pra a gente perceber mais um pouco a questão da competitividade enorme que existe na ásisa. Esse dorama está disponível no Drama Fever e no Viki e é de origem coreana.

    • Cheese In The Trap


Sinopse: Hong Seol (Kim Eun Go) além de não ser privilegiada, não é a estudante mais inteligente da universidade; contudo, ela é sem dúvida, uma mulher séria e trabalhadora. Já Yoo Jeong (Park Hae Jin) é um jovem boa pinta, com capacidade elevada, notas excelentes e que esconde um lado sombrio. Neste meio, uma improvável aliança é forjada entre estes dois colegas com personalidade opostas.

     Cheese in the trap, posso considerar um dos meus doramas favoritos, sério. É aquele tipo que te faz cair na gargalhada em um segundo e no outro já está rolando o drama e você já tá chorando. Também foi/é bastante indicado, e vale muito a pena assistir, é muito bom e surpreendente. E como sempre, não consigo assistir nada de origem asiática sem me apaixonar pelos atores, POR QUE TÃO LINDOS? Bom, ele está disponível no Drama Fever e no Viki e é de origem coreana.

    • Scarlet Heart: Ryeo


Sinopse: Hae Soo (IU) é uma mulher do século 21, que devido a um eclipse solar é transportada para a Dinastia Goryeo, que governou a Coreia no século 10 por quase 500 anos. De repente, Hae Soo se encontra no palácio real, ao lado do 4.º Príncipe Wang So (Lee Jong Ki). Um homem temido e bonito, Wang So é baseado no quarto rei da Dinastia Goryeo, e mesmo temido por todos, acaba conquistando o coração de Hae Soo. Entretanto, ele não é o único no palácio com os olhos no trono. Wang Soo trava uma batalha perigosa de segredos e mentiras com os outros príncipes. Dentre eles: O 8.º Príncipe, Wang Wook (Kang Ha Neul, Heirs), que não está disposto a esperar na linha de sucessão ao trono, e o 3.º Príncipe, Wang Yo (Hong Jong Hyun) cujo direito a ascender ao trono precede ao temido 4.º Príncipe, Wang So.

     Scarlet Heart: Ryeo foi um dos doramas mais bem falados, estava em basicamente todas as listas de doramas favoritos de 2016. Eu simplesmente precisava assistir. E gente, se vocês forem assistir esse drama, preparem os corações, porque esses atores são para se apaixonar, CADA UM MAIS LINDO QUE O OUTRO, não sei lidar, apenas sentir. Enfim, é um drama muito bom e divertido também, afinal, a guria voltou ao passado num momento muito louco da vida dela. Bem, esse dorama está disponível no Drama Fever e é de origem coreana.

    • One Percent Of Something


Sinopse: Lee Jae In possui uma boa aparência, é inteligente e vem de uma família rica, mas ele é muito arrogante. Para colocá-lo na linha, seu avô muda o testamento obrigando Jae In a entrar em um relacionamento por 6 meses com a professora Kim Da Hyun, ou ele perderá toda a sua herança.

     One percent of Something, um drama meio inesperado na minha vida, ele veio por indicações de youtubers, e olha, só tenho a agradecer, muito bom o drama, não pensei que gostaria tanto dele, mas fui surpreendida. A história, ao meu ver, soa um pouco engraçada, porque o avô diz ao neto que ele só receberá a herança se tiver um relacionamento com uma certa professora que o ajudou. Meio que "HA, te peguei moleque, agora quero ver se você deixa de ser um pouco arrogante". Gostei da história e espero que se você for ver, goste também. Esse dorama está disponível no Drama Fever e é de origem coreana. Além de ser um remake de "One Percent of Anything".

    • Uncontrollaby Fond


Sinopse: As pessoas mudam, mas será que o coração consegue se adaptar? Shin Joon Young (Kim Woo Bin) e No Eul (Suzy) formavam um casal inseparável e muito apaixonado na juventude. Mas circunstâncias imprevisíveis os separaram e cada um seguiu seu caminho. Joon Young tornou-se um ator e cantor muito famoso e No Eul é uma produtora/diretora de documentários. Quando seus caminhos se cruzam novamente, anos mais tarde, Joon Young descobre que No Eul é uma pessoa muito diferente da que ele conheceu — materialista e disposta a fazer qualquer coisa para ser bem-sucedida. Será que Joon Young e No Eul retomarão o relacionamento do passado?

     Uncontrollaby fond, também foi um dos dramas mais bem falados e por ser tão bem falado, despertou minha curiosidade e fui assistir inocentemente. Mas, acho que preciso de aulas para poder assistir coisas asiáticas sem me apaixonar, de verdade. Porque assim, eu não me apaixono só pelos atores, sabe, mas pelas histórias também, e esse dorama é maravigold. Com certeza está na lista dos meus preferidos. É muito louco como as coisas acontecem, o cara é tipo um Justin Bieber da vida, na Korea, e ela é como... não sei, mas é muito louco como as coisas acontecem, sério, vale muito a pena. E este drama está disponível no Drama Fever e no Viki e ele é de origem coreana.

    • W


Sinopse: É possível viver no mesmo lugar, no mesmo período de tempo, mas em uma dimensão completamente diferente? Oh Yeon Joo (Han Hyo-Joo) é uma residente de cirurgia cardio torácica do segundo ano. Seu pai, um famoso artista dos quadrinhos, desaparece subitamente um dia e, logo depois, a própria Yeon Joo é sequestrada por um homem estranho, coberto de sangue, e levada para outra dimensão. Kang Chul (Lee Jong Suk) é um medalhista de ouro olímpico em tiro esportivo e um empreendedor milionário. Como será que seu mundo se interligará com a outra dimensão de Yeon Joo? Será Kang Chul a única pessoa que poderá ajudar Yeon Joo a escapar do universo paralelo?

     W, com certeza ele está e todas as listas dos melhores doramas. Pense em um drama bom, sempre tem alguém falando bem, e é com razão. Ele junta tudo que é de melhor, atuação, quimíca, efeitos, e foge de clichês de uma maneira interessante. Sem contar que além dos atores serem bons, são muito fofos, como lidar? Opa, sem contar que, não tinha comentado, mas os atores principais ganharam prêmios por suas atuações maravilhosas como casal neste drama. Ele está disponível no Viki e é de origem coreana.

    • Good Morning Call


Sinopse: Nao é uma estudante do terceiro ano do ensino médio que, devido ao trabalho dos pais, acaba  tendo que morar sozinha em um apartamento durante seu último semestre. Porém, no dia da mudança, Nao descobre que outra pessoa alugou o mesmo apartamento, um garoto super popular da escola, Uehara Hisashi, que aparece afirmando que aquele é seu apartamento! Por causa do alto custo do local, eles acabam decidindo morar juntos!

     Good morning call, gente, sério, não tem como você não soltar certas risadas com esse drama. Lá, se os pais de uma garota descobrissem que ela estava morando com um garoto, nossa, ia rolar uma treta das boas. E é por isso que Nao e o Uehara começam a morar escondidos, não só por isso né, até porque aluguel é caro e eles decidiram dividir, sai mais baratoo, né? Não são bestas. Mas o engraçado é que essas histórias sempre têm um clichê, e o mais "tcham" dessa é que ele é o garoto mais popular da escola e ninguém pode saber que eles moram juntos, não tem como pensar nisso e não rir. Esse drama está disponível na Netflix e é de origem japonesa.

    • The Legend Of The Blue Sea



Sinopse: Como uma sereia da era Joseon pode sobreviver na sociedade atual? Shim Cheong (Jun Ji Hyun) é uma sereia que segue seu verdadeiro amor, Kim Moon, o filho de um nobre da Dinastia Joseon, até a Seul dos dias atuais. O doppelgänger da era moderna de Moon se chama Heo Joon Jae, um golpista habilidoso que acaba se interessando pela sereia, a princípio, por causa de um bracelete de jade de U$6 milhões usado por ela. Sem ter para onde ir, a sereia é acolhida por Joon Jae, que descobre seus comparsas, Jo Nam Doo (Lee Hee Joon) e Tae Oh (Shin Won Ho), escondidos em sua casa para não serem encontrados por uma vítima de um de seus golpes que busca vingança. Cha Shi Ah (Shin Hye Sun), uma pesquisadora do KAIST que trabalha com artefatos antigos, acaba se tornando rival de Shim Cheong pelo amor de Joon Jae. Quando um perigoso assassino chamado Ma Dae Young (Song Dong Il), enviado pela madrasta de Joon Jae, que deseja que seu próprio filho seja o herdeiro da fortuna de golpista, poderá Shim Cheong sobreviver nesse novo e estranho ambiente ao mesmo tempo em que ajuda Joon Jae a escapar dos perigos que o espreitam?

     The legend of the blue sea, podem achar engraçado ou que quiserem, mas o que mais me chamou atenção para assistir esse drama foi porque envolve sereia. Eu nunca tinha parado pra assistir esse dorama daí que eu vi umas "resenhas" e tirei a conclusão de que tinha que assistir (por causa da sereia, claro). Mas, quando a gente assiste, percebe que não é só isso que chama a atenção do público, porque a história é realmente muito boa. Como todos os dramas colocados aqui, esse não é de se arrepender. Ele está disponível no Viki e é de origem coreana.

     Bom, as indicações vão ficando por aqui e eu espero, de todo coração, que tenham gostado. Hoje eu mostrei um pouco mais do meu amor pela cultura asiática, um pouco mais porque sempre tem uma música nas minhas playlists de K-pop, não sei se vocês percebem. Mas então, é isso e eu vou indo, até amanhã!

Deixe um comentário